Coluna

In crapula veritas

    Temas

    Entre os intelectuais bebuns, os escritores artistas sempre se destacaram por sua tendência a agarrar-se a um drink como fator estabilizante

    "Intelectual não vai à praia. Intelectual bebe." Essa frase, espécie de lema da boemia carioca dos anos 60, teria sido cunhada por um dos bebuns mais folclóricos do Rio de Janeiro à época, o economista Roniquito de Chevalier, figura que dedicava igual dedicação aos copos e às frases epigramáticas que despejava com generosidade pelos bares na Cidade Maravilhosa. Paulo Francis, outro devoto do santo Scotch (cerveja era pra amadores), vivia repetindo essa máxima etílica, levando muitos a acreditarem que ela tinha sido cunhada por ele. E há também quem atribua essa autoria a outro figuraça das noites cariocas, o Hugo Bidê, que ganhou esse sobrenome por ter, supostamente, servido uma feijoada no bidê do seu banheiro, por falta de recipiente mais adequado.

    Reinaldo Moraes estreou na literatura em 1981 com o romance Tanto Faz (ed. Brasiliense) Em 1985 publicou o romance Abacaxi (ed. L&PM). Depois de 17 anos sem publicar nada, voltou em 2003 com o romance de aventuras Órbita dos caracóis (Companhia das Letras). Seguiram-se: Estrangeiros em casa (narrativa de viagem pela cidade de São Paulo, National Geographic Abril, 2004, com fotos de Roberto Linsker); Umidade (contos , Companhia das Letras, 2005), Barata! (novela infantil , Companhia das Letras, 2007) , Pornopopéia (romance , Objetiva, 2009) e O Cheirinho do amor (crônicas, Alfaguara, 2014). É também tradutor e roteirista de cinema e TV.

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Conteúdo exclusivo para assinantes

    Gosta do nosso jornalismo?

    Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

    • → O essencial para estar bem informado todos os dias
    • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
    • → Newsletters exclusivas
    • → Acesso a nossos gráficos e especiais

    Esteja conectado com o melhor da informação.
    Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!