Coluna

Hamlet na varanda

    Pra iniciar essa viagem de volta no tempo com o intuito de encontrar minhas almas anteriores, formulei a singela questão: quem era eu e o que estava fazendo há 15 minutos?

    O lugar: um ponto alto da banda mineira da serra da Mantiqueira, a 1.350 metros do nível do mar, no meio de um jardim com grama aparada e altivas araucárias. Tem um riacho correndo sonoro nas imediações, passarada desenhando trinados na pauta do ar, um casal de jacus galinhando pelo gramado, uma araponga de gogó metálico reclamando ao longe - felizmente, bem ao longe -, siriemas pernaltas caçando lagartos ou alguma cobrinha desavisada, e eu, instalado na varanda dessa casinha de roça, piquininha, mas assaz confortável, que alugo em parceria com um amigo. Sempre venho pra cá com um monte de coisa pra escrever e ler. Escrevo e leio, dou uma caminhada e volto a escrever e ler. Tomo um vinho à noite, ao pé da lareira, se estiver muito frio. E escrevo mais um pouco tomando vinho. Aqui não pega celular nem sinal de internet.

    Reinaldo Moraes estreou na literatura em 1981 com o romance Tanto Faz (ed. Brasiliense) Em 1985 publicou o romance Abacaxi (ed. L&PM). Depois de 17 anos sem publicar nada, voltou em 2003 com o romance de aventuras Órbita dos caracóis (Companhia das Letras). Seguiram-se: Estrangeiros em casa (narrativa de viagem pela cidade de São Paulo, National Geographic Abril, 2004, com fotos de Roberto Linsker); Umidade (contos , Companhia das Letras, 2005), Barata! (novela infantil , Companhia das Letras, 2007) , Pornopopéia (romance , Objetiva, 2009) e O Cheirinho do amor (crônicas, Alfaguara, 2014). É também tradutor e roteirista de cinema e TV.

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Conteúdo exclusivo para assinantes

    Gosta do nosso jornalismo?

    Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

    • → O essencial para estar bem informado todos os dias
    • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
    • → Newsletters exclusivas
    • → Acesso a nossos gráficos e especiais

    Esteja conectado com o melhor da informação.
    Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!