O Nexo Jornal’ recebeu um apoio de US$ 920.000 da Luminate para promover seu crescimento e sua missão de disseminar o jornalismo de interesse público no país


A Luminate é uma organização filantrópica global e faz parte do Omidyar Group, conjunto de empresas, organizações e iniciativas fundadas por Pierre e Pam Omidyar e unidas por um desejo comum de catalisar o impacto social. A finalidade do apoio é a de contribuir para o processo de crescimento de audiência do Nexo e ampliar sua relevância e impacto, reforçando sua habilidade de contribuir para qualificar o debate público no Brasil. Entre as iniciativas apoiadas pela organização estão o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos [ou International Consortium of Investigative Journalists (ICIJ)] e a operação do De Correspondent nos Estados Unidos (The Correspondent). 

Desde a sua fundação, em novembro de 2015, o Nexo aposta num modelo editorial pautado pelo equilíbrio, pela clareza e pela transparência. “A comunicação tem um grande potencial transformador e nossa ambição é contribuir para o fortalecimento da cidadania e da democracia no Brasil, produzindo e disseminando um jornalismo realmente inovador e de alta qualidade. Estamos felizes de receber o apoio de uma organização cujos princípios estão em sintonia com nossa visão”, afirma Paula Miraglia, diretora-geral do jornal.

Independente e financiado com investimentos de seus cofundadores, com uma equipe de 31 pessoas, o Nexo venceu em 2017 o Online Journalism Award (OJA) na categoria “General Excellence in Online Journalism - small newsrooms”, tornando-se o primeiro veículo brasileiro a ser honrado com o prêmio da principal categoria da Online News Association (ONA). Em 2018, o jornal ganhou o prêmio LATAM Digital Media Awards como “melhor site ou serviço mobile de notícias”. É a principal categoria da competição, que teve como finalistas dessa edição também os dois maiores jornais da Argentina, Clarín e La Nación. Foi a primeira vez que um jornal brasileiro ganhou na categoria, na qual concorrem veículos jornalísticos de toda a América Latina e que vinha sendo dominada por jornais argentinos desde a primeira edição do prêmio, em 2015.

“A mídia independente desempenha um papel crucial na democracia e na construção de sociedades justas. Temos orgulho de apoiar o Nexo em um momento em que seu jornalismo não poderia ser mais importante, e temos certeza de que seu trabalho continuará crescendo em relevância no Brasil e no mundo”, afirma Felipe Estefan, diretor da Luminate para a América Latina

“O Nexo surgiu para lidar com a notícia de um jeito novo, explorar linguagens, trazer mais camadas de contexto e interpretação aos fatos, com equilíbrio e independência. Em três anos, ocupamos nosso espaço. Mas esses desafios não se esgotam e nosso objetivo é avançar para surpreender sempre”, afirma Conrado Corsalette, editor-chefe do jornal.

Para os cofundadores do Nexo, Paula Miraglia, Renata Rizzi e Conrado Corsalette, é possível ser exclusivamente digital, jovem, e ainda assim relevante. Sem nenhuma interferência editorial, o apoio da Luminate auxiliará a empresa em seu processo de expansão, para alcançar e impactar uma base ainda maior de leitores e assinantes.

O apoio é dividido em duas parcelas, uma de US$ 400.000, já desembolsada, e uma outra de US$ 520.000 a ser transferida após um ano. A Luminate incluiu uma cláusula em seu acordo com o Nexo para ter direito de preferência em potenciais futuras rodadas de investimento.

“Até aqui, investimos nosso próprio dinheiro no Nexo. Acreditamos que conseguimos construir uma empresa jornalística que serve à sociedade e ao interesse público, é inovadora e ética. O apoio da Luminate impulsiona nossa determinação em investir e escalar o negócio, e em continuar a perseguir a excelência em nosso jornalismo”, diz Renata Rizzi, diretora de estratégia e negócios do jornal.