resumo 25 Mai 2017

Protestos terminam em confronto em Brasília. Temer convoca as Forças Armadas para atuar na segurança do Distrito Federal. Deputados se desentendem na Câmara. Reino Unido declara nível ‘crítico’ de ameaça terrorista. E outras coisas mais.

entenda o que está em jogo agora

Protesto e confronto nas ruas

Um ato organizado por centrais sindicais e movimentos sociais pedindo a renúncia do presidente Michel Temer e a realização de eleições diretas terminou em grande confronto na Esplanada dos Ministérios. / folha

Parte do edifício do Ministério da Agricultura foi incendiada e houve depredações. Policiais militares usaram munição de gás e de borracha, além da cavalaria, para intimidar os manifestantes. Alguns agentes chegaram a dar tiros com armas letais. Pelo menos 49 pessoas ficaram feridas. / o globo

Temer convoca Forças Armadas

Em resposta aos protestos, Temer decretou que as Forças Armadas executem função de polícia no Distrito Federal por pelo menos uma semana. A atitude foi criticada por algumas autoridades e especialistas. / nexo

Gritaria e empurra-empurra no Congresso

Do lado de dentro do Congresso, a oposição ocupou a mesa diretora da Câmara e houve empurra-empurra entre deputados, repetindo o clima de confronto físico ocorrido no Senado na segunda-feira. O presidente da Câmara tentou encaminhar votações enquanto se ouvia o som de bombas e helicópteros da polícia do lado de fora. / o globo

De junho de 2013 a maio de 2017

Os atos de quarta-feira se inserem numa espiral de acirramento do clima político e social que remonta aos protestos de junho de 2013, com mutações em seus protagonistas e demandas. O Nexo pediu a três cientistas políticos que analisassem a escalada dos confrontos e os caminhos possíveis para o país superar a crise. / nexo

olhe além da fronteira

Nível crítico de ameaça

Um dia após o atentado a bomba em Manchester, o Reino Unido elevou o nível de ameaça de ataque terrorista no país para “crítico”, o mais alto possível. O alerta, que não acontecia há dez anos, significa que o país está sob risco iminente de um novo episódio do tipo. / nexo

Moreno no Equador

O novo presidente do Equador, Lenín Moreno, assumiu o poder ontem num clima de incertezas políticas e econômicas. Eleito num segundo turno acirrado, ele não dá sinais claros de continuidade ou mudança em relação a seu antecessor Rafael Correa, por quem foi apoiado. / o globo

fique atento a isto

Nova lei de migração

Temer sancionou ontem, com vetos, o projeto da Lei da Migração. Entre os artigos retirados do texto, está o que previa que seria garantido o direito à livre circulação de índios em terras tradicionalmente ocupadas e o que autorizava imigrantes a exercer cargo público. / estadão

acadêmico

‘Greenwashing’ e a propaganda ambiental

Na seção Acadêmico desta semana, Erico Pagotto investiga como a propaganda representa o meio ambiente e o discurso ambientalista em benefício das empresas. Segundo o estudo, elas buscam promover uma imagem ambiental positiva que não corresponde à realidade e, assim, podem contribuir para a manutenção de valores culturais que dificultam mudanças efetivas. / nexo

desacelere

Fases do sono

Seres humanos passam, em média, um terço de suas vidas dormindo. Mas você sabe o que está acontecendo com seu cérebro enquanto você dorme? / nexo

inspire-se

40 anos de Star Wars

Há 40 anos, Star Wars iniciava uma nova era no cinema e no entretenimento. A saga idealizada por George Lucas transformou Hollywood para sempre, inaugurando um novo jeito de pensar e planejar filmes. / nexo